Estamos em uma situação de crise mundial por causa da pandemia do COVID-19 e, dessa forma, também estamos sob a aplicação de medidas totalmente diferenciadas do que estávamos acostumados a viver. A situação da quarentena e o isolamento em casa não é fácil, nem pra nossa saúde física nem emocional. Embora saibamos que há profissionais na linha de frente pelos quais devemos muito respeito e zelo, somos atingidos por outros meios e precisamos lidar com as nossas próprias dificuldades, enquanto oramos a Deus para que tudo vá da melhor forma possível.

Muitas vezes, enquanto estamos isolados em casa, precisamos lidar com os problemas financeiros ou com o home office e estresses muito comparáveis aos nossos períodos no trabalho. Enquanto isso, nossos filhotes estão também em casa, agitados e requerendo a nossa atenção, precisando dos nossos cuidados. Como alternativa mais fácil, temos smartphone, tablets, computadores, jogos digitais e a televisão, mas sabemos que nem sempre essa é a melhor opção. Quando usados por muito tempo, são prejudiciais para a saúde dos pequenos, além de por vezes, dependendo do conteúdo exposto, não estimularem a criatividade, a cognição ou a curiosidade.

Querendo estender o nosso cuidado a esse momento de crise, a Escola Meu Caminhar separou para vocês especialmente um dos nossos pilares, o Aprendizado Maker. O motivo é muito funcional: o conceito de colocar a mão na massa permite a criação de diferentes espaços de aprendizagem, tornando qualquer momento uma possibilidade de adquirir conhecimento.

O Movimento Maker

Nós sempre falamos sobre utilizar a tecnologia ao nosso favor e, em partes, é disso que se trata o aprendizado mão na massa. Vivemos em um tempo em que é muito fácil descobrir como fazer as coisas, encontrar tutoriais e qualquer tipo de informação. Facilmente compartilhamos ideias, receitas, manuais, construímos e captamos novas habilidades.

Tudo isso acaba compondo a nova era do Movimento Maker, em uma relação direta com o DIY (Do it yourself ou faça você mesmo). Essa tendência educacional traz uma série de benefícios relacionados ao uso para os estudantes e seu cunho centralizador faz o aluno, com todas as suas características e personalidade, ser priorizado. Já falamos sobre os benefícios do Movimento Maker antes, mas vamos lá aprender mais um pouco:

  • Estimula a criatividade, a imaginação, a autonomia e o protagonismo infantil;
  • Aprimora o aprendizado;
  • Aumenta o interesse por descobrir novas informações, explorar, criar e solucionar problemas de forma inovadora com o material disponível;
  • Contribuindo também para o colaborativismo e a cocriação, já que são praticas realizadas em conjunto, onde dividimos tarefas e compartilhamos opiniões;

As práticas de um Aprendizado Maker

As dicas de um Aprendizado Maker para o período de quarentena são uma forma de estimular a criança a continuar aprendendo e se desenvolvendo de maneira integral e saudável mesmo de casa.

  • Boliche

É possível fazer uma competição de boliche em casa usando rolinhos de papelão e uma bola de meia. Aproveite para colorir os rolinhos de papelão da forma como preferir, soltando a criatividade junto com a criançada. Depois, é só fazer uma bolinha de meias e tentar dar strike. Fácil e prático, é ótimo para estimular a imaginação na hora de decorar, a coordenação motora para jogar e a matemática para contar os pontos.

  • Carrinho de papelão

Você precisará de:

  • Dois canudos
  • Uma caixa de sapatos
  • Um pedaço de papelão
  • Tesoura

Pegue uma caixa de sapatos e deixe a sua criatividade e a do filhote se unirem na hora de recortá-la e decorá-la como um carrinho. Basta que na caixa você faça os buraquinhos onde se fixarão os eixos das rodas e, obrigatoriamente, quatro círculos em outro pedaço de papelão para cria-las.  Forme o eixo passando o palito, canudo ou lápis por meio de cada um dos pares de furos criados, então encaixe as rodas. O seu carrinho está pronto para brincar!

Mais uma vez, a aprendizagem estimula a colaboração, imaginação e criatividade. Seu filho trabalhará com você em torno de solucionar os desafios para concretização do brinquedo e, além disso, aprenderá mais sobre reciclagem e ecologia.

  • Picolé de frutas

Inserir os pequenos na cozinha é uma ótima forma de ensinar uma educação nutritiva. Deixe que eles escolham algumas frutas e pique-as. Aproveite para ensiná-lo os perigos dos utensílios domésticos, lembrando que só você pode mexer neles.

Depois, cubra as frutas com suco de laranja e gotas de limão para que não escureçam. Distribua em copinhos e coloque no congelador, deixando que eles participem, opinem e entendam o processo. Depois de uma hora, é só espetar palitos e deixar mais seis horas para ficar consistente. Agora, sirva e aproveite junto com os filhotes os sabores coloridos e saudáveis das frutas.

  • Um teatro de sombras

Pegue uma caixa vazia, régua, palitos, lápis, tesoura, papel vegetal e fita crepe. Recorte os papéis nos formatos dos personagens, deixando que os seus filhotes criem junto com você. Soltem a imaginação e inventem as histórias que preferirem. É só colá-los nos palitos para poder depois movê-los por detrás da caixa.

Recorte um quadrado na caixa e cole a folha. Se quiser, aproveite para decorar também a caixa. Depois, é só usar a luz ao seu favor enquanto criam os enredos movendo os bonecos.

É nosso papel exercitar uma pedagogia nutrida e positiva. Por isso, reforçamos sempre a Cultura Maker em nossas salas, que são adaptadas para centralizar o aluno e deixa-lo florescer em talentos e imaginação. Por isso, traremos mais e mais materiais que possam te ajudar a tornar o seu dia a dia mais colorido. Estamos disponíveis para quaisquer orientações que precisarem, queremos sempre caminhar juntos para o futuro!

Author

Escreva um comentário